Notícias deslizantes

Menu

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Que pecados nos impedem de comungar?

e cada um se examine a si mesmo, e assim coma desse pão e beba desse cálice. Aquele que o come e o bebe sem distinguir o corpo do Senhor, come e bebe a sua própria condenação." (1 Cor 11, 28-29)
Estas palavras destacam a gravidade do assunto, mas não proporcionam um critério claro sobre quando uma pessoa é digna e quando não é. Por isso, esta questão também foi submetida a debate.
Dá a impressão, no entanto, que os destinatários da carta – os coríntios – já tinham alguma ideia a respeito disso. Por isso, é importante ver as fontes conhecidas da vida da Igreja primitiva.

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Sobre a Vida dos Primeiros Cristãos (Parte2)

Martírio de São Cipriano (+258) bispo de Cartago Atas Proconsulares
“No dia décimo oitavo das calendas de outubro pela manhã, grande multidão se reuniu no campo de Sexto, conforme a determinação do procônsul Galério Máximo. Este, presidindo no átrio Saucíolo, no mesmo dia ordenou que lhe trouxessem Cipriano. Chegado este, o procônsul interrogou-o: “És tu Táscio Cipriano?” O bispo Cipriano respondeu: “Sou”. O procônsul Galério Máximo: “Tu te apresentastes aos homens como papa do sacrílego intento?” Respondeu o bispo Cipriano: “Sim”. O procônsul Galério Máximo disse: “Os augustíssimos imperadores te ordenaram que te sujeites às cerimônias”. Cipriano respondeu: “Não faço”.

A Mensagem de Fátima (O Terceiro Segredo) – Parte 4

fatima3-31691237_std

Neste contexto, torna-se agora possível compreender corretamente o conceito de «revelação privada», que se aplica a todas as visões e revelações verificadas depois da conclusão do Novo Testamento; nesta categoria, portanto, se deve colocar a mensagem de Fátima. Ouçamos o que diz o Catecismo da Igreja Católica sobre isto também:  «No decurso dos séculos tem havido revelações ditas “privadas”, algumas das quais foram reconhecidas pela autoridade da Igreja. (…) O seu papel não é (…) “completar” a Revelação definitiva de Cristo, mas ajudar a vivê-la mais plenamente numa determinada época da história» (n. 67). Isto deixa claro duas coisas:

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Deus é o fundamento da felicidade

A Palavra meditada hoje está em Hebreus 12,1-4

“Portanto, com tamanha nuvem de testemunhas em torno de nós, deixemos de lado tudo o que nos atrapalha e o pecado que nos envolve. Corramos com perseverança na competição que nos é proposta, com os olhos fixos em Jesus, que vai à frente da nossa fé e a leva à perfeição. Em vista da alegria que o esperava, suportou a cruz, não se importando com a infâmia, e assentou-se à direita do trono de Deus. Pensai pois naquele que enfrentou uma tal oposição por parte dos pecadores, para que não vos deixeis abater pelo desânimo. A pedagogia do sofrimento. Vós ainda não resististes até ao sangue, na vossa luta contra o pecado.”
A Palavra de hoje vem nos fazer um convite para que deixemos de lado tudo o que nos atrapalha e o pecado que nos envolve, para que tenhamos a coragem de dar o sangue para sermos cada vez mais de Deus. Há tantas vidas amarradas, que não vão para frente, porque tentamos achar os motivos e não vemos que muitos dos nossos problemas são devido ao apego que temos nas coisas que nos atrapalham.

A presença de Maria na origem da Igreja

1. Depois de me ter detido nas catequeses precedentes e aprofundar a identidade e a missão da Igreja, sinto agora a necessidade de dirigir o olhar para a Bem-aventurada Virgem, Aquela que realizou perfeitamente a sua santidade e constitui-lhe o modelo.
É quanto fizeram os próprios Padres do Concílio Vaticano II: depois de terem exposto a doutrina sobre a realidade histórico salvífica do Povo de Deus, quiseram completá-la com a ilustração do papel de Maria na obra da salvação. O capitulo VIII da Constituição conciliar Lumen Gentium com efeito, tem o objetivo não só de ressaltar a validade eclesiológica da doutrina mariana, mas de pôr em evidência também o contributo que a figura da Bem-aventurada Virgem oferece à compreensão do mistério da Igreja.

Oracao Poderosa Para-receber Um Milagre

Ó DEUS MILAGROSO, QUANDO LEMBRO DOS TEUS FEITOS, NASCE UMA FÉ EM MEU INTERIOR, POIS SEI QUE ÉS UM DEUS QUE NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS.
LEMBRO-ME DE QUE UM HOMEM CHAMADO ISAQUE, RECEBEU UM MILAGRE ATRAVÉS DA ORAÇÃO INSISTENTE.

A Mensagem de Fátima (O Terceiro Segredo) – Parte 3

aparic6.jpg.pagespeed.ce.ZYRmBUIoY4

Por último, alude-se ao manuscrito, não publicado, que a Irmã Lúcia preparou para dar resposta a tantas cartas de devotos e peregrinos de Nossa Senhora. A obra intitula-se «Os apelos da Mensagem de Fátima», e contém pensamentos e reflexões que exprimem, em chave catequética e parenética, os seus sentimentos e espiritualidade cândida e simples. Perguntou-se-lhe se gostava que fosse publicado, ao que a Irmã Lúcia respondeu: «Se o Santo Padre estiver de acordo, eu fico contente; caso contrário, obedeço àquilo que decidir o Santo Padre». A Irmã Lúcia deseja sujeitar o texto à aprovação da Autoridade Eclesiástica, esperando que o seu escrito possa contribuir para guiar os homens e mulheres de boa vontade no caminho que conduz a Deus, meta última de todo o anseio humano.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Dicas para se tornar uma pessoa otimista

Sim, é possível aprender a ser otimista!
O que é uma pessoa otimista? Se formos pensar nas atitudes dela, pensamos em alguém que está – em geral – de bom humor, ou que se recupera mais rapidamente de uma situação de estresse; ou então que sempre vê o lado positivo das coisas ou mesmo alguém que sabe fazer uma boa propaganda de si, mostrando como pode se sair bem em qualquer coisa.

O dom da Fortaleza

Dove flying

 

A fidelidade à vida cristã não é fácil; é cheia de dificuldades. Por isso disse Jesus Cristo que “o Reino dos céus sofre violência dos que querem entrar, e violentos se apoderam dele” (Mt 11,12).

Para termos a coragem necessária para essa luta diária contra nós mesmos, nossas paixões e os problemas, o Espírito nos dá o dom da fortaleza. Isto não quer dizer que viveremos grandes façanhas admiradas pelo público, mas sim paciência, perseverança, fibra, silêncio…

Pelo dom da fortaleza o Espírito Santo nos dá forças além das naturais, podendo alcançar também àquilo que só pela força de Deus é possível. Esta força divina transforma os obstáculos em meios e assegura tranquilidade e paz mesmo nas horas mais difíceis. Foi o que levou São Francisco de Assis a dizer: “Irmão Leão, a perfeita alegria consiste em padecer por Cristo, que tanto quis padecer por nós”.

Os primeiros escritores cristãos

padres_med

Após os escritos do Novo Testamento, houve, ainda no século I e no começo do II, os dos Padres Apostólicos (assim chamados porque estiveram em contato direto com os Apóstolos). Sobrevieram, nos séculos II/III, os Apologetas ou escritores que defenderam a fé cristã contra os pagãos e as primeiras heresias.
Os Padres Apostólicos
Dada a sua antiguidade, são muito estimados. Os seus escritos têm certa semelhança com os do Novo Testamento, a ponto que alguns chegaram a ser considerados canônicos (assim a Didaquê, a epístola de Clemente, a do Pseudo-Barnabé). Não escreveram tratados teológicos, mas geralmente cartas em língua grega, que abordam assuntos de disciplina, recomendam a unidade da Igreja e a autoridade dos Apóstolos. Eis os principais autores:

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

É Maravilhoso,SENHOR!

 
 
SENHOR, hoje venho aqui para agradecer...
Agradecer as ricas bênçãos que tens derramado em minha vida.
É MARAVILHOSO, SENHOR, saber que não sou um produto do acaso, mas que fui criada por Ti e que tens planos p/ mim.
É MARAVILHOSO, SENHOR, saber que, mesmo sendo fraca e limitada, sou amada, querida e aceita por Ti, como serva e obreira nesta grande seara.
É MARAVILHOSO, SENHOR, saber que naqueles momentos quando o consolo humano é falho, o teu Espírito me consola, conforta e vivifica.
É MARAVILHOSO, SENHOR, saber que posso depositar os meus anseios, dificuldades e problemas em Ti e que, assim tudo se torna mais fácil de aceitar e assumir.
É MARAVILHOSO, SENHOR, saber que não tens limites, nem tempo, nem espaço e, em meio a esta grandiosidade, me encontro eu, (um grão de areia, que c/ apenas um sopro teu, sumiria), no entanto me conservas como "a menina dos teus olhos", segundo a tua Palavra.
É MARAVILHOSO, SENHOR, saber que só Tu podes dar a vida, mas eu posso transmitir aos outros a alegria de viver.
Alegria, que, através de Ti, eu posso sentir e distribuir àquelas vidas que não conhecem a verdadeira alegria do teu Espírito.
Por isso hoje, venho te agradecer e dizer tbém:
"É MARAVILHOSO, SENHOR, TER TÃO POUCO A PEDIR E TANTO A AGRADECER!"

Como era a Eucaristia no começo da Igreja?

holy_communion_011

Evidentemente os textos mais importante sobre a presença real do corpo e do sangue do Senhor Jesus no pão e no vinho consagrados, são os textos dos Evangelhos (Mt 26,28; Mt 14, 24; Jo 6, 22-71; Mc 14, 22-24; Lc 22,19s; 1 Cor 11,23-26). No ano 56 São Paulo deixava claro aos coríntios que quem participasse indignadamente da Eucaristia, se tornaria réu do corpo e do sangue do Senhor. (1 Cor 11, 23-26) E as graves consequências desse pecado, indicadas pelo Apóstolo, mostram que a Eucaristia não é mero símbolo, mas presença real de Jesus na hóstia consagrada. Porventura o cálice de bênção que abençoamos, não é a comunhão do sangue de Cristo? O pão que partimos, não é porventura a comunhão com o corpo e Cristo? (1Cor 10,16-21)

A Mensagem de Fátima (O Terceiro Segredo) – Parte 1

download (2)

Apresentação

Na passagem do segundo para o terceiro milénio, o Papa João Paulo II decidiu tornar público o texto da terceira parte do «segredo de Fátima».

Depois dos acontecimentos dramáticos e cruéis do século XX, um dos mais tormentosos da história do homem, com o ponto culminante no cruento atentado ao «doce Cristo na terra», abre-se assim o véu sobre uma realidade que faz história e a interpreta na sua profundidade segundo uma dimensão espiritual, a que é refratária a mentalidade atual, frequentemente eivada de racionalismo.

A história está constelada de aparições e sinais sobrenaturais, que influenciam o desenrolar dos acontecimentos humanos e acompanham o caminho do mundo, surpreendendo crentes e descrentes.

Qual foi o primeiro escritor da Igreja a usar a expressão “Igreja Católica”?

0201-SAN-IGNACIO-DE-ANTIOQUIA

O grande bispo da cidade de Antioquia na Síria, em 107, discípulo de São Pedro, foi condenado à morte na arena do Coliseu de Roma,  pelos leões, na perseguição de Trajano (98-117). Em sua viagem de Antioquia a Roma, ele escreveu 6 belas cartas às comunidades de Éfeso, Magnésia, Trales, Filadélfia, Esmirna, Roma e uma ao bispo  São Policarpo de Esmirna, mártir. Ele chama a Igreja de Roma “aquela que preside na caridade” e é o primeiro escritor da Igreja que usa a expressão “Igreja católica”.

Cleofas

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Os Primeiros Escritores Cristãos

didaque-225x225

Após os escritos do Novo Testamento, houve, ainda no século I e no começo do II, os dos Padres Apostólicos (assim chamados porque estiveram em contato direto com os Apóstolos). Sobrevieram, nos séculos II/III, os Apologetas ou escritores que defenderam a fé cristã contra os pagãos e as primeiras heresias.

Os Padres Apostólicos

Dada a sua antiguidade, são muito estimados. Os seus escritos têm certa semelhança com os do Novo Testamento, a ponto que alguns chegaram a ser considerados canônicos (assim a Didaquê, a epístola de Clemente, a do Pseudo-Barnabé). Não escreveram tratados teológicos, mas geralmente cartas em língua grega, que abordam assuntos de disciplina, recomendam a unidade da Igreja e a autoridade dos Apóstolos. Eis os principais autores:

Oração a São Francisco de Assis



(do Papa João Paulo II)

Ó São Francisco,
estigmatizado do Monte Alverne,
o mundo tem saudades de ti,
qual imagem de Jesus crucificado.

Tem necessidade do teu coração
aberto para Deus e para o homem,
dos teus pés descalços e feridos,
das tuas mãos trespassadas e implorantes.

Tem saudades da tua voz fraca,
mas forte pelo poder do Evangelho.

Ajuda, Francisco, os homens de hoje
a reconhecerem o mal do pecado
e a procurarem a sua purificação na penitência.
Ajuda-os a libertarem-se
das próprias estruturas do pecado,
que oprimem a sociedade de hoje.

Reaviva na consciência
dos governantes a urgência
da Paz nas Nações e entre os Povos.

Infunde nos jovens o teu vigor de vida,
capaz de contrastar as insídias
das múltiplas culturas da morte.

Aos ofendidos
por toda espécie de maldade,
comunica, Francisco,
a tua alegria de saber perdoar.

A todos os crucificados
pelo sofrimento,
pela fome e pela guerra,
reabre as portas da esperança.

Amém.

A alegria expulsa o mal de nossa vida!

A Palavra meditada, hoje, está em Colossenses 3, 15-17
15.Reine em vossos corações a paz de Cristo, para a qual também fostes chamados em um só corpo. E sede agradecidos.
16.Que a palavra de Cristo habite em vós com abundância. Com toda a sabedoria, instruí-vos e aconselhai-vos uns aos outros. Movidos pela graça, cantai a Deus, em vossos corações, com salmos, hinos e cânticos inspirados pelo Espírito.

Eu acredito no AMOR e você?

alove07

“O homem não pode viver sem o amor. Ele permanece para si mesmo um ser incompreensível e a sua vida é destituída de sentido se não lhe for revelado o amor, se ele não se encontra com o amor, se o não experimenta e se não o torna algo seu próprio. (RH, 10)”. São João Paulo II

Acredito que todos estamos “carecas de saber” que o mundo perdeu o verdadeiro sentido da palavra AMOR, e ainda não conseguiu reencontrá-lo. Embora você já possa ter refletido a respeito, ou mesmo, ter lido vários textos sobre isso; penso que seja pertinente meditarmos ainda mais uma vez sobre: O que é o amor?

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Por que unimos as mãos para orar?

Por que oramos com as mãos unidas?
A oração exige uma posição adequada das mãos, e este gesto tem um grande valor simbólico.
Na antiguidade cristã, era costume levantá-las, em postura de oferecer ou de receber. Esta é a atitude de quem ora, como vemos nos afrescos das catacumbas romanas, e que ainda hoje se observa isso. O sacerdote, por exemplo, em alguns momentos da missa, levanta suas mãos.

Pensamentos consoladores sobre o Purgatório

PURGATÓRIO

O grande doutor da Igreja São Francisco Sales (1567-1655) tem um ensinamento maravilhoso sobre o purgatório. Ele ensinava, já na Idade Média, que “é preciso tirar mais consolação do que temor do pensamento do purgatório”. Eis o que ele nos dia:

1. As almas ali vivem uma contínua união com Deus.

2. Estão perfeitamente conformadas com a vontade de Deus. Só querem o que Deus quer. Se lhes fosse aberto o Paraíso, prefeririam precipitar-se no inferno a apresentar-se manchadas diante de Deus.

3. Purificam-se voluntariamente, amorosamente, porque assim o quer Deus.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

A Igreja: Sua origem e sua natureza (Parte 2)

vaticano

2) At 2, 42-47: Quatro características assinalam a Igreja nascente: a fidelidade ao ensinamento dos Apóstolos, a comunhão fraterna, a  fração do pão e a oração. Isto quer dizer:

– a Palavra de Deus e o pão sacramental fundamentam a Igreja de Deus;

– esta é algo de institucional; é preciso obedecer aos ensinamentos dos Apóstolos; o Cristianismo não é algo que se possa viver isoladamente, na base de intuições particulares. O Cristão deve sentir-se membro de uma comunidade, selada pela fração e a partilha do pão (eucarístico);

– a fidelidade dos cristãos a Cristo implica o respeito a um testemunho vivo (a Palavra viva dos Apóstolos, a vida e o agir da comunidade) mais do que a um livro. Os livros sagrados (Evangelhos, epístolas) são posteriores a essa fase da Igreja nascente; esta encontrava na Palavra proferida e vivida o seu liame e a sua luz ou o roteiro de sua fidelidade a Cristo.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

A oração de Elias e o fogo de Deus

Queridos irmãos e irmãs:

Na história religiosa do antigo Israel, os profetas tiveram grande relevância, com seus ensinamentos e sua pregação. Entre eles, surge a figura de Elias, suscitado por Deus para levar o povo à conversão. Seu nome significa “o Senhor é meu Deus” e é de acordo com este nome que se desenvolve toda a sua vida, consagrada inteiramente a provocar no povo o reconhecimento do Senhor como único Deus. De Elias o Eclesiástico diz: “O profeta Elias surgiu como o fogo, e sua palavra queimava como tocha” (Eclo 48,1). Com esta chama, Israel volta a encontrar seu caminho rumo a Deus. Em seu ministério, Elias reza: invoca o Senhor para que devolva a vida ao filho de uma viúva que o havia hospedado (cf. 1Re 17,17-24), grita a Deus seu cansaço e sua angústia, enquanto foge pelo deserto, jurado de morte pela rainha Jezabel (cf. 1Re 19,1-4), mas sobretudo no monte Carmelo, onde se mostra todo o seu poder de intercessor, quando, diante de todo Israel, reza ao Senhor para que se manifeste e converta o coração do povo. É o episódio narrado no capítulo 18 do Primeiro Livro dos Reis, no qual hoje nos deteremos.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Como viver a Quaresma?

cross-robe-flickr

Quaresma é um tempo de “penitência, jejum e oração”, que a Igreja chama de “remédios contra o pecado”, para a busca da conversão da pessoa. Essas práticas não são fins em si mesmas, mas meios de santificação. É importante notar o que diz o Código de Direito Canônico:

Cân. 1250 – “Os dias e tempos penitenciais, em toda a Igreja, são todas as sextas – feiras do ano e o tempo da quaresma”.

Cân. 1251 – “Observe-se a abstinência de carne ou de outro alimento, segundo as prescrições da Conferência dos Bispos, em todas as sextas-feiras do ano, a não ser que coincidam com algum dia enumerado entre as solenidades; observem-se a abstinência e o jejum na quarta-feira de Cinzas e na sexta feira da paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo”.

Como foi o processo de beatificação de João Paulo II

Os passos que permitiram o anúncio

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 17 de janeiro de 2011 (ZENIT.org) – A causa de beatificação de João Paulo II
começou mais cedo que de costume, mas o seu processo seguiu os passos normais
previstos para qualquer causa, confirmou a Santa Sé nessa sexta-feira.

Uma nota
informativa da Congregação para as Causas dos Santos explica quais foram os
passos que permitirão elevar Karol Wojtyla aos altares no próximo 1º de maio,
domingo da Divina Misericórdia.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Manifestação do Espírito Santo sobre Ostensório é fotografado,imperdível.

Oração a São Jorge para proteção

ORAÇÃO A SÃO JORGE PARA PROTEÇÃO

Chagas abertas do Sagrado Coração todo amor e bondade, o sangue do meu Senhor Jesus Cristo, no corpo meu se derrame hoje e sempre.
Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge. Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem e nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal.
Armas de fogo o meu corpo não o alcançarão, facas e lanças se quebrarão sem ao meu corpo chegar, cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo amarrarem.
Jesus Cristo me proteja e me defenda com o poder de sua Santa e Divina Graça, a Virgem Maria de Nazaré, me cubra com o seu Sagrado e divino manto, me protegendo em todas minhas dores e aflições, e Deus todo poderoso  com a sua Divina Misericórdia e grande poder, seja meu defensor, contra as maldades de perseguições dos meus inimigos, e o glorioso São Jorge, em nome de Deus, em nome de Maria de Nazaré, e em nome da falange do Divino Espírito Santo, me estenda o seu escudo e as suas poderosas anulas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, do poder dos meus inimigos carnais e espirituais e de todas sua más influências, e que debaixo das patas de seu fiel ginete, meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós, sem se atreverem a ter um olhar sequer que me possa prejudicar.
Assim seja com o poder de Deus e de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.
Amém.

Por que confessar-se?

Vale mesmo a pena confessar-se com frequência? Leia e tire suas conclusões

confessionale - pt

Aos católicos que desejam levar a sério a vida espiritual e chegar à maturidade cristã (cf. Ef. 4,13), sempre foi recomendada a prática da Confissão frequente. Agora, o Papa Francisco não se cansa de recomendá-la.

A geração que tudo idealiza e nada realiza

Uma reflexão que vale a pena ler

Purity - woman - pt

Demorei sete anos (desde que saí da casa dos meus pais) para ler o saquinho do arroz que diz quanto tempo ele deve ficar na panela. Comi muito arroz duro fingindo estar “al dente”, muito arroz empapado dizendo que “foi de propósito”. Na minha panela esteve por todos esses anos a prova de que somos uma geração que compartilha sem ler, defende sem conhecer, idolatra sem porquê. Sou da geração que sabe o que fazer, mas erra por preguiça de ler o manual de instruções ou simplesmente não faz.

Dados Sobre a Igreja Católica

vaticano (1)Dados atualizados até 31/12/99

– Relações Diplomáticas com 172 Países
-Foram criadas em 1999: 13 Sedes Episcopais
-5 Administrações Apostólicas, 6 Sedes Metropolitanas.
-Foram nomeados 164 novos Bispos, num total de 4439 no mundo inteiro.
Os Católicos no Mundo

Há hoje 6,002 bilhões de pessoas no mundo 1,045 bilhões são católicos

17,4%; distribuídos da seguinte forma:
49,5% – América Latina;
27,8% – Europa;
11,4% -África;
10,5% – Ásia; 0,8% – Oceania
Católicos por Continente:

América 63,1% de católicos;
Europa 41,4%
Oceania 26,9%
África 15,6%
Ásia 3,1%
Pessoas da Igreja

4439 Bispos
404 626 Sacerdotes – aumento de 418 em relação a 98 – primeiro aumento desde 1978
264 202 Sacerdotes diocesanos
57 813 Sacerdotes religiosos
814 779 Religiosas professas
30772 Membros de Institutos Seculares
56 421 Missionários leigos
2 298 387 Catequistas
109 828 Seminaristas – aumento de 657 em relação ao ano anterior!

Fonte: Anuário Pontifício 2000

Cleofas

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Jesus é o Médico Divino

JESUS (295)

Deus mostrou-nos o seu Rosto em Jesus Cristo. “Ele é o esplendor da glória de Deus e expressão do seu ser” (Hb 1,3). Nele está a imagem visível do Deus invisível. Ele veio, como Irmão, para nos salvar, não só no sentido de nos levar para o céu após a morte, mas também para nos dar a paz neste mundo.

Os inúmeros milagres e curas que Jesus realizou mostram isto. Ele é o bom Pastor que “que dá a vida pelas suas ovelhas” (Jo 10,11). Essa ovelha é cada um de nós; é você. Jesus diz a você hoje:

O Senhor nos guia por caminhos seguros

A Palavra meditada hoje está em Sabedoria 14,3-4:
"Mas é a tua Providência, ó Pai, que segura o leme, porque até no mar abriste caminho e uma rota seguríssima entre as ondas. Assim mostras que és poderoso para salvar de tudo, mesmo se alguém se meta no mar sem perícia"
A Providência Divina segura o leme da nossa vida, é o Senhor quem cuida de nós e nos mantém no rumo certo. Há momentos em que tudo parece perdido, mas tenhamos a certeza de que Deus está no comando.
Estar em pé em meio às dificuldades é graça de Deus. Se Ele não nos sustentasse, como estaria nossa vida? O Senhor é poderoso para nos salvar de todas as situações pelas quais passamos.
A tentação pode ser mais forte do que nós, porém Deus é maior do que ela. Se recorrermos ao Senhor, Ele lutará por nós. Mesmo que não tenhamos experiência nas situações pelas passamos, deixemos Deus nos guiar, porque Ele saberá qual caminho devemos percorrer. O Senhor nos abre o caminho, e mesmo em meio às ondas, Ele nos abre uma rota segura.

A reconciliação é fonte de paz e perdão

"Portanto, quando estiveres levando tua oferta para o altar, e ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa a tua oferta ali diante do altar, e vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão. Só então vai apresentar a tua oferta" (Mateus 5, 23-24).
A Palavra de Deus, hoje, nos convida a refletirmos sobre a maneira como lidamos com o nosso próximo. Primeiro, com relação aos nossos sentimentos. Sentimentos negativos que vêm quando estamos com raiva, magoados ou ressentidos com alguém. Quando a cólera inflama nosso coração e surgem sentimentos deploráveis dentro de nós e nós, muitas vezes, dizemos palavras pesadas e malditas para o nosso próximo.

A Caridade da Igreja II

Durante os séculos após a morte de Carlos Magno em 814, muito dos cuidados aos pobres, até então a carga das paróquias da Igreja, migraram para os mosteiros. Nas palavras do rei S. Luiz IX da França, os mosteiros eram “o patrimônio dos pobres”; o que sempre foi desde o séc. IV. Em cada lugar onde surgia um mosteiro, nos vales e montanhas, formavam-se centros de vida religiosa organizada com escolas, modelos para a agricultura, indústria, piscicultura, reflorestamento, proteção aos viajantes, alívio para os pobres, órfãos, cuidado dos doentes, e atividade cultural como já vimos.

Oração pelos Enfermos


Onipotente e benigníssimo Deus, que sois a salvação eterna de todos os que creem em Vós, escutai piedoso as orações que vos dirigimos por estes nossos irmãos enfermos, vossos servos.
Afastai deles tudo quanto os afligem e fazei, em vossa misericórdia, que todos os remédios aplicados aos seus males lhes sejam salutares.
Em Vós, único autor e conservador da vida e árbitro supremo de nossa sorte, pomos toda a nossa confiança; e, embora nos esforcemos, por todos os meios possíveis, por lhe restabelecer a saúde, todavia, é de Vós só que tudo esperamos.
Ouvi, Senhor, nossas preces e as suas, para que alegres possamos com ele prestar-vos a homenagem de nosso reconhecimento. O Senhor Jesus Cristo esteja de seus lados para defendê-los, dentro de vocês para conservá-los, diante de vocês para conduzi-los, atrás de vocês para guardá-los, acima de vocês para abençoá-los.
Ele que vive e reina pelos séculos dos séculos. Amém.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Veremos os parentes no céu?

milagresA morte é um enigma, e muitos perguntam se nós veremos os nossos entes queridos no céu. A saudade é amarga e as lágrimas não podem deixar de rolar quando perdemos uma pessoa querida. Cristo chorou quando perdeu o amigo Lázaro.

Fé não é insensibilidade e dureza de coração. Você pode chorar, até diante dos filhos, mas chore como quem tem fé na ressurreição. Os santos nos garantem que veremos os entes queridos mortos que nos antecederam.

Cientista incrédulo estudou 37 anos o Santo Sudário…

…e hoje tem certeza: é autêntico!

Barrie Schwortz: o descrente especialista em fotografia que se rendeu à evidência: o Santo Sudário é autêntico!

Barrie Schwortz: o descrente especialista em fotografia que se rendeu à evidência:
o Santo Sudário é autêntico!

Barrie Schwortz é uma das maiores autoridades mundiais sobre o Santo Sudário. Como técnico em fotografia, ele participou no primeiro grande exame em profundidade dessa preciosa relíquia em 1978, na equipe do famoso Shroud of Turin Research Project (STURP).

Esta Oração Vai Mudar a Sua Vida e dos Seus Familiares!

(ORAÇÃO DA SANTA CRUZ DE JESUS CRISTO)"

Deus Todo Poderoso, que sofrestes a morte sobre a madeira sagrada, por todos os nossos pecados sede comigo.

Santa Cruz de Jesus Cristo, compadecei-vos de nós.

Santa Cruz de Jesus Cristo, sede a minha esperança.

Santa Cruz de Jesus Cristo, afastai  de mim todas as armas cortantes.

Santa Cruz de Jesus Cristo, derramai sobre mim todo o bem.

Santa Cruz de Jesus Cristo, desviai de mim todo o mal.

Santa Cruz de Jesus Cristo, fazei com que eu siga o caminho da salvação.

Santa Cruz de Jesus Cristo, livrai-me dos incidentes corporais e temporais.

Santa Cruz de Jesus Cristo, eu vos adoro para sempre.

Santa Cruz de Jesus Cristo, fazei com que os espíritos malignos e invisíveis se afastem de mim, conduzindo-me Jesus à vida eterna. Amém.

Por todos os séculos dos séculos.

NOTA: Esta oração foi encontrada sobre o túmulo de Jesus Cristo em 1535, enviada pelo Papa Paulo III ao Imperador Carlo V. quando partiu para combater os turcos.

Aquele que ler a ou a trouxer consigo, não morrerá subitamente, não se afogará, nem se queimará, ninguém poderá matá-lo, não será vencido em batalhas e não cairá em mãos de seus inimigos.

Quando uma pessoa estiver para dar a luz, se ouvir ou a ler ou a trouxer consigo, ficará livre de perigos, ou ficará terna. Quando a criança estiver crescida, com esta oração a seu lado, ficará livre de perigos, se livrará de acidentes. Quem a trouxer consigo, ficará livre de epilepsia e, se na rua vires uma pessoa atacada desse mal, coloca esta oração a seu lado e ela contente se livrará desse mal.

Aquele que a escrever será abençoado. Aquele que zombar dela fará penitência.

Se guardares em casa se livrará de raios. Quem a ler diariamente será prevenido três dias antes da hora de sua passagem por um sinal divino.

FONTE: Filhos Espirituais de Pe. Pio

Quem é o Papa?

000_dv1430098A palavra Papa vem do grego pai; ele é o representante (Vigário) de Cristo na Terra, sucessor de São Pedro no governo da Igreja católica. Tem autoridade sobre todos os fiéis católicos e sobre toda a hierarquia eclesiástica, incluindo o Concilio Ecumênico. Ele é infalível quando define alguma verdade “ex-cathedra” (do trono), em assuntos de fé e de moral. Esta infalibilidade foi declarada no Concilio Vaticano I, em 1870 (Constituição “Pastor Aeternus”).

Os 12 Apóstolos – Parte 2

os_12apo

8) Mateus – Nos tempos de Jesus, o governo romano coletava diversos impostos do povo palestino. Pedágios pra transportar mercadorias por terra ou por mar eram recolhidos por coletores particulares, os quais pagavam uma taxa ao governo romano pelo direito de avaliar esses tributos. Os cobradores de impostos auferiam lucros cobrando um imposto mais alto do que a lei permitia. Os coletores licenciados muitas vezes contratavam oficiais de menor categoria, chamados de publicanos, para efetuar o verdadeiro trabalho de coletar. Os publicanos recebiam seus próprios salários cobrando uma fração a mais do que seu empregador exigia.

Oração Universal Atribuída ao Papa Clemente XI


Meu Deus, eu creio em vós, mas fortificai a minha fé; Espero em vós, mas tornai mais confiante a minha esperança; Eu vos amo, mas afervorai o meu amor;
Arrependo-me de Ter pecado, mas aumentai o meu arrependimento.
Eu vos adoro como primeiro princípio, Eu vos desejo como fim último; Eu vos louvo como benfeitor perpétuo, Eu vos invoco como benévolo defensor.
Que vossa sabedoria me dirija, Vossa justiça me contenha, Vossa clemência me console, Vosso poder me proteja.

História da Igreja: De Leão XIII a Pio XII (1878-1939)

 
A queda do Estado Pontifício permitiu mais livre exercício das funções do Papado. Os sucessores de Pio IX até hoje têm sido grandes vultos, respeitados internacionalmente. Estudaremos, neste capítulo, os quatro primeiros:
Leão XIII (1878-1903), Pio X (1903-14), Bento V (1914-1922), Pio XI (1922-39).

sábado, 13 de fevereiro de 2016

12 Pensamentos de São Josemaría Escrivá, fundador do Opus Dei

São Josémaria Escrivá 3

1. A soberba é pior e o mais ridículo dos pecados.

2. Se aceitamos a nossa responsabilidade de filhos de Deus, devemos ter em conta que Ele nos quer muito humanos.

3. Cada alma é uma obra-prima de Deus.

4. A melhor caridade consiste em exceder-se generosamente na justiça.

5. O primeiro passo da prudência é o reconhecimento das nossas limitações: a virtude da humildade.

6. A naturalidade e a simplicidade são duas maravilhosas virtudes humanas, que tornam o homem capaz de receber a mensagem de Cristo.

7. Quando uma alma se esforça por cultivar as virtudes humanas, o seu coração está já muito perto de Cristo.

8. A tristeza é a escória do egoísmo.

9. Ninguém pode vencer o cristão em humanidade.

10. Humildade é vermo-nos como somos, sem paliativos, com a verdade.

11. Quando o orgulho se apossa da alma, não é de estranhar que venham detrás todos os vícios, como que em fila.

12. Aquele que não se sabe filho de Deus desconhece a sua verdade mais íntima.

Desconfiança com estranhos

31. Não tragas um homem qualquer à tua casa, pois numerosas são as armadilhas do que engana.
32. Assim como sai um hálito fétido de um estômago estragado, assim como a perdiz atrai para a armadilha, e o cabrito para os laços, assim é o coração dos soberbos, e daquele que está à espreita para ver a ruína do próximo.
33. Transformando o bem em mal, ele arma ciladas, e põe nódoas nas coisas mais puras.
34. Uma centelha basta para acender uma grande fogueira; um só rebanho é causa de múltiplos morticínios, e o pecador procura traiçoeiramente derramar sangue.
35. Acautela-te contra o corruptor que trama a iniqüidade, para não acontecer que ele faça de ti um eterno objeto de mofa.
36. Dás entrada em tua casa ao estrangeiro? Ele aí suscitará uma discórdia que te derrubará, e te tornará inimigo das pessoas de tua própria casa.
Eclesiástico 11,31-36  BBAVMaria  pág 878

Sob o Olhar de Deus

21. Permanece firme em tua aliança com Deus; que isto seja sempre o assunto de tuas conversas. E envelhece praticando os mandamentos.
22. Não prestes atenção ao que fazem os pecadores; põe tua confiança em Deus, e limita-te ao que fazes.
23. É, com efeito, coisa fácil aos olhos de Deus enriquecer repentinamente o pobre.
24. A bênção divina não se faz esperar para recompensar o justo. Em pouco tempo ele o faz crescer e dar fruto.
25. Não digas: De que preciso eu? Que tenho a esperar doravante?
26. Não digas tampouco: Eu me basto a mim mesmo; que mal posso temer para o futuro?
27. No dia feliz não percas a recordação dos males, nem a recordação do bem no dia infeliz.
28. Pois no dia da morte é fácil para Deus dar a cada um conforme o seu comportamento.
29. A dor de um instante faz esquecer os maiores prazeres; com a morte do homem, todos os seus atos serão desvendados.
30. Não louves a homem algum antes de sua morte, pois é em seus filhos que se reconhece um homem.

Eclesiático  11,21-30 BBAVMaria  pág. 877/878

O Papa Alexandre VI

Cardeal-Rodrigo-de-Borja-Papa-Alexandre-VI-1492-1503(1492-1503) O Papa Alexandre VI é figura pouco feliz no conjunto dos Papas, visto que levou conduta de vida devassa mesmo depois de eleito Pontífice. Se, de um lado, se deve reconhecer isto, doutro lado é preciso observar que não promulgou um só decreto que contrariasse à fé e aos bons costumes. O ouro de Deus passou intacto por mãos sujas; não foi contaminado – o que atesta a providencial assistência do Senhor Jesus à sua Igreja. – É de notar ainda que os historiadores têm acentuado exageradamente os pontos sombrios da conduta de Alexandre VI como também os de sua filha Lucrécia Borgia.

A sinceridade manda que se reconheçam as enormes falhas morais do Papa Alexandre VI (1492-1503), embora seja notório que os historiadores carregaram exageradamente as tintas do respectivo quadro. A fim de conceber uma noção objetiva e fiel do Papado de Alexandre VI, é oportuno, antes do mais, reconstituir o contexto histórico em que viveu tal Papa.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Deus origem de todas coisas

14. Bens e males, vida e morte, pobreza e riqueza vêm de Deus.
15. Em Deus se encontram a sabedoria, o conhecimento e a ciência da lei; nele residem a caridade e as boas obras.
16. O erro e as trevas foram criados com os pecadores; aqueles que se comprazem no mal, envelhecerão no mal.
17. O dom de Deus permanece nos justos, e seu aproveitamento assegura um triunfo eterno.
18. Há homem que enriquece, vivendo com economia, e a única recompensa que dela usufrui é a
19. de poder dizer: Achei o repouso, vou agora desfrutar meus haveres sozinho.
20. E ele não considera que o tempo passa, que vem a morte, e que, ao morrer, tudo deixará para os outros.

Eclesiástico  11,14-20  BBAVMaria pág. 877

Fé, Esperança e Caridade

Fé, Esperança e Caridade em perspectiva ecuménica

A fé, a esperança e a caridade são como três estrelas que se acendem no céu da nossa vida espiritual para nos guiarem rumo a Deus. São, por excelência, as virtudes “teologais”: põem-nos em comunhão com Deus e conduzem-nos a Ele. Elas compõem um tríptico que tem o seu vértice na caridade, o ágape, cantado  egregiamente por Paulo num hino da primeira Carta aos Coríntios. Ele é marcado pela seguinte declaração: “Agora, portanto, permanecem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor. A maior delas, porém, é o amor” (13, 13).

Quaresma, jejum e penitência

jejum 03Na linguagem corrente, a Quaresma abrange os dias que vão da Quarta-feira de Cinzas até ao Sábado Santo. Contudo, a liturgia propriamente quaresmal começa com o primeiro Domingo da Quaresma e termina com o sábado antes do Domingo da Paixão.
A Quaresma pode se considerar, no ano litúrgico, o tempo mais rico de ensinamentos. Lembra o retiro de Moisés, o longo jejum do profeta Elias e do Salvador. Foi instituída como preparação para o Mistério Pascal, que compreende a Paixão e Morte (Sexta-feira Santa), a Sepultura (Sábado Santo) e a Ressurreição de Jesus Cristo (Domingo e Oitava da Páscoa).
Data dos tempos apostólicos a Quaresma como sinônimo de jejum observado por devoção individual na Sexta-feira e Sábado Santos, e logo estendido a toda a Semana Santa. Na segunda metade do século II, a exemplo de outras igrejas, Roma introduziu a observância quaresmal em preparação para a Páscoa, limitando porém o jejum a três semanas somente: a primeira e quarta da atual Quaresma e a Semana Santa.

A Natureza chora


Índice Por Categorias


Carregando...

Google+ Followers