Notícias deslizantes

Menu

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Estamos vivendo na alegria que vem de Deus?

Imagem relacionada

A Palavra meditada está em Eclesiástico 30,22-27:
"Não entregues tua alma à tristeza e não aflijas a ti mesmo com tuas preocupações. A alegria do coração é a vida da pessoa, tesouro inexaurível de santidade, a alegria da pessoa prolonga-lhe a vida. Tem compreensão contigo mesmo e consola teu coração; afugenta para longe de ti a tristeza. A tristeza matou a muitos e não traz proveito algum; o ciúme e a raiva abreviam os dias, como a preocupação traz a velhice antes do tempo. Um coração luminoso e bom está num contínuo festim; seus manjares são preparados com capricho".

Na caminhada com Deus, ninguém está isento de cair. Ao coração humilde, Deus dá a graça de reerguer-se. Muitas são as preocupações que adentram nosso coração, por isso não entreguemos nossa alma à tristeza. A alegria é vida ao coração.
Como prolongar nossa vida?
Para viver mais é preciso expulsar a tristeza de nosso coração, pois a alegria nos prolonga a vida. A depressão é uma doença física, porém, na maioria das vezes, sua raiz vem de mágoas que ressentimos em nosso coração. Uma profunda tristeza, pode sim virar uma grande depressão.
Deus cura nosso coração
A cura interior é um processo que demanda tempo, pois Deus vai nos curando devagar, vai nos curando a "conta gotas", ou seja, um pouco a cada dia.
O ciúme gera em nós tristeza e raiva. Quando tomados pelo ciúme, uma porção de sentimentos destrutivos invadem nosso coração. O ciúme e a raiva abreviam os dias e a preocupação acarreta uma velhice precoce.
Como se livrar da tristeza?
A primeira manifestação de humildade é recorrer a Deus de coração e pedir que o Espírito Santo nos reerga. Como é fácil amarmos quem nos ama! O grande sacrifício, porém, é amarmos aqueles que nos ofenderam e magoaram.
Passaremos pela tristeza, mas a diferença será a forma como a encararemos. Lutemos pela alegria! O que aconteceu que nos trouxe tristeza? Olhemos para esse problema e busquemos a alegria para superá-lo.
O amor tudo desculpa e suporta. Não paguemos o mal com o mal, mas saibamos dar o perdão, saibamos dar uma nova chance aos que nos magoaram.
Enfrentemos as dificuldades de cabeça erguida. Não entreguemos nossa alma à tristeza nem nos sepultemos. É tempo de vivermos! Saiamos da sepultura e dos aprisionamentos.
O Senhor não quer que nos atormentemos com nossas preocupações. Viver é ter o coração alegre, em Deus. A alegria nos provoca bondade e nos chama à santidade.
Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Índice Por Categorias


Carregando...

Google+ Followers