Postagem em destaque

Está preocupado com seus filhos? Eis alguns conselhos da Bíblia

Imagem
TORWAISTUDIO | ShutterstockAbrir a Bíblia pode ser muito útil quando as preocupações o mantêm acordado à noiteNo momento em que seguramos nosso filho em nossos braços, prometemos amá-lo com todo o nosso ser pelo resto de nossas vidas. O único problema com essa profundidade de amor é que ela vem com uma enorme quantidade de medo: medo de nossos filhos serem feridos, se perderem, ficarem doentes, morrerem, medo de nossa falta de habilidade como pais… A lista é interminável e esses medos continuam por muito tempo depois que nossos filhos saem de casa.

Salmos de Davi - 7º Parte

Resultado de imagem para Salmos de Davi pergaminhos
123 – 130 – 137 – 138 – 139 – 140 – 141 – 142 – 143 – 144
Salmo 123
1. Cântico das peregrinações. De Davi. Se o Senhor não tivesse estado conosco, sim, diga-o Israel,
2. se o Senhor não tivesse estado conosco, os homens que se insurgiram contra nós
3. ter-nos-iam então devorado vivos. Quando seu furor se desencadeou contra nós,
4. as águas nos teriam submergido. Uma torrente teria passado sobre nós.
5. Então nos teriam recoberto as ondas intumescidas.
6. Bendito seja o Senhor, que não nos entregou como presa aos seus dentes.
7. Nossa alma escapou como um pássaro, dos laços do caçador. Rompeu-se a armadilha, e nos achamos livres.
8. Nosso socorro está no nome do Senhor, criador do céu e da terra.
Salmo 130
1. Cântico das peregrinações. De Davi. Senhor, meu coração não se enche de orgulho, meu olhar não se levanta arrogante. Não procuro grandezas, nem coisas superiores a mim.
2. Ao contrário, mantenho em calma e sossego a minha alma, tal como uma criança no seio materno, assim está minha alma em mim mesmo.
3. Israel, põe tua esperança no Senhor, agora e para sempre.
Salmo 137
1. De Davi. Eu vos louvarei de todo o coração, Senhor, porque ouvistes as minhas palavras. Na presença dos anjos eu vos cantarei.
2. Ante vosso santo templo prostrar-me-ei, e louvarei o vosso nome, pela vossa bondade e fidelidade, porque acima de todas as coisas, exaltastes o vosso nome e a vossa promessa.
3. Quando vos invoquei, vós me respondestes; fizestes crescer a força de minha alma.
4. Hão de vos louvar, Senhor, todos os reis da terra, ao ouvirem as palavras de vossa boca.
5. E celebrarão os desígnios do Senhor: Verdadeiramente, grande é a glória do Senhor.
6. Sim, excelso é o Senhor, mas olha os pequeninos, enquanto seu olhar perscruta os soberbos.
7. Em meio à adversidade vós me conservais a vida, estendeis a mão contra a cólera de meus inimigos; salva-me a vossa mão.
8. O Senhor completará o que em meu auxílio começou. Senhor, eterna é a vossa bondade: não abandoneis a obra de vossas mãos.
Salmo 138
1. Ao mestre de canto. Salmo de Davi. Senhor, vós me perscrutais e me conheceis,
2. sabeis tudo de mim, quando me sento ou me levanto. De longe penetrais meus pensamentos.
3. Quando ando e quando repouso, vós me vedes, observais todos os meus passos.
4. A palavra ainda me não chegou à língua, e já, Senhor, a conheceis toda.
5. Vós me cercais por trás e pela frente, e estendeis sobre mim a vossa mão.
6. Conhecimento assim maravilhoso me ultrapassa, ele é tão sublime que não posso atingi-lo.
7. Para onde irei, longe de vosso Espírito? Para onde fugir, apartado de vosso olhar?
8. Se subir até os céus, ali estareis; se descer à região dos mortos, lá vos encontrareis também.
9. Se tomar as asas da aurora, se me fixar nos confins do mar,
10. é ainda vossa mão que lá me levará, e vossa destra que me sustentará.
11. Se eu dissesse: Pelo menos as trevas me ocultarão, e a noite, como se fora luz, me há de envolver.
12. As próprias trevas não são escuras para vós, a noite vos é transparente como o dia e a escuridão, clara como a luz.
13. Fostes vós que plasmastes as entranhas de meu corpo, vós me tecestes no seio de minha mãe.
14. Sede bendito por me haverdes feito de modo tão maravilhoso. Pelas vossas obras tão extraordinárias, conheceis até o fundo a minha alma.
15. Nada de minha substância vos é oculto, quando fui formado ocultamente, quando fui tecido nas entranhas subterrâneas.
16. Cada uma de minhas ações vossos olhos viram, e todas elas foram escritas em vosso livro; cada dia de minha vida foi prefixado, desde antes que um só deles existisse.
17. Ó Deus, como são insondáveis para mim vossos desígnios! E quão imenso é o número deles!
18. Como contá-los? São mais numerosos que a areia do mar; se pudesse chegar ao fim, seria ainda com vossa ajuda.
19. Oxalá extermineis os ímpios, ó Deus, e que se apartem de mim os sanguinários!
20. Eles se revoltam insidiosamente contra vós, perfidamente se insurgem vossos inimigos.
21. Pois não hei de odiar, Senhor, aos que vos odeiam? Aos que se levantam contra vós, não hei de abominá-los?
22. Eu os odeio com ódio mortal, eu os tenho em conta de meus próprios inimigos.
23. Perscrutai-me, Senhor, para conhecer meu coração; provai-me e conhecei meus pensamentos.
24. Vede se ando na senda do mal, e conduzi-me pelo caminho da eternidade.

Salmo 139
1. Ao mestre de canto. Salmo de Davi.
2. Livrai-me, Senhor, do homem mau; preservai-me do homem violento,
3. daqueles que tramam o mal no coração, que provocam discórdias diariamente,
4. que aguçam a língua qual serpente, que ocultam nos lábios veneno viperino.
5. Salvai-me, Senhor, das mãos do ímpio; preservai-me do homem violento, daqueles que tramam minha queda.
6. Orgulhosos, armam laços contra mim e estendem suas redes, e junto ao caminho me colocam ciladas.
7. Digo ao Senhor: Vós sois o meu Deus. Escutai, Senhor, a voz de minha súplica.
8. Senhor Deus, meu poderoso apoio! Vós protegeis minha fronte no dia do combate.
9. Não atendais, Senhor, os desejos do ímpio, não deixeis que se cumpram seus desígnios.
10. Que não levantem a cabeça os que me cercam; sobre eles recaia a malícia de seus lábios.
11. Carvões ardentes chovam sobre eles: sejam lançados numa fossa de onde não se ergam mais.
12. Não terá duração na terra a má língua; o infortúnio surpreenderá o homem violento.
13. Sei que o Senhor defende o desvalido, e faz justiça aos pobres.
14. Sim, os justos celebrarão o vosso nome, e os retos poderão viver em vossa presença.

Salmo 140
1. Salmo de Davi. Senhor, eu vos chamo, vinde logo em meu socorro; escutai a minha voz quando vos invoco.
2. Que minha oração suba até vós como a fumaça do incenso, que minhas mãos estendidas para vós sejam como a oferenda da tarde.
3. Ponde, Senhor, uma guarda em minha boca, uma sentinela à porta de meus lábios.
4. Não deixeis meu coração inclinar-se ao mal, para impiamente cometer alguma ação criminosa. Não permitais que eu tome parte nos festins dos homens que praticam o mal.
5. Se o justo me bate é um favor, se me repreende é como perfume em minha fronte. Minha cabeça não o rejeitará; porém, sob seus golpes, apenas rezarei.
6. Seus chefes foram precipitados pelas encostas do rochedo, e ouviram quão brandas eram as minhas palavras.
7. Como a terra fendida e sulcada pelo arado, assim seus ossos se dispersam à beira da região dos mortos.
8. Pois é para vós, Senhor, que se voltam os meus olhos; eu me refugio junto de vós, não me deixeis perecer.
9. Guardai-me do laço que me armaram, e das ciladas dos que praticam o mal.
10. Caiam os ímpios, de uma vez, nas próprias malhas; quanto a mim, que eu escape são e salvo.

Salmo 141
1. Hino de Davi, quando estava na caverna. Oração.
2. Minha voz lança um grande brado ao Senhor, em alta voz imploro ao Senhor.
3. Ponho diante dele a minha inquietação, eu lhe exponho toda a minha angústia.
4. Na hora em que meu espírito desfalece, vós conheceis o meu caminho. Na senda em que ando, ocultaram-me um laço.
5. Olho para a direita e vejo: não há ninguém que cuide de mim. Não existe para mim um refúgio, ninguém que se interesse pela minha vida.
6. Eu vos chamo, Senhor, vós sois meu refúgio, meu quinhão na terra dos vivos.
7. Atendei ao meu clamor, porque estou numa extrema miséria. Livrai-me daqueles que me perseguem, porque são mais fortes do que eu.
8. Tirai-me desta prisão, para que possa agradecer ao vosso nome. Os justos virão rodear-me, quando me tiverdes feito este benefício.

Salmo 142
1. Salmo de Davi. Senhor, ouvi a minha oração; pela vossa fidelidade, escutai a minha súplica, atendei-me em nome de vossa justiça.
2. Não entreis em juízo com o vosso servo, porque ninguém que viva é justo diante de vós.
3. O inimigo trama contra a minha vida, ele me prostrou por terra; relegou-me para as trevas com os mortos.
4. Desfalece-me o espírito dentro de mim, gela-me no peito o coração.
5. Lembro-me dos dias de outrora, penso em tudo aquilo que fizestes, reflito nas obras de vossas mãos.
6. Estendo para vós os braços; minha alma, como terra árida, tem sede de vós.
7. Apressai-vos em me atender, Senhor, pois estou a ponto de desfalecer. Não me oculteis a vossa face, para que não me torne como os que descem à sepultura.
8. Fazei-me sentir, logo, vossa bondade, porque ponho em vós a minha confiança. Mostrai-me o caminho que devo seguir, porque é para vós que se eleva a minha alma.
9. Livrai-me, Senhor, de meus inimigos, porque é em vós que ponho a minha esperança.
10. Ensinai-me a fazer vossa vontade, pois sois o meu Deus. Que vosso Espírito de bondade me conduza pelo caminho reto.
11. Por amor de vosso nome, Senhor, conservai-me a vida; em nome de vossa clemência, livrai minha alma de suas angústias.
12. Pela vossa bondade, destruí meus inimigos e exterminai todos os que me oprimem, pois sou vosso servo.

Salmo 143
1. De Davi. Bendito seja o Senhor, meu rochedo, que adestra minhas mãos para o combate, meus dedos para a guerra;
2. meu benfeitor e meu refúgio, minha cidadela e meu libertador, meu escudo e meu asilo, que submete a mim os povos.
3. Que é o homem, Senhor, para cuidardes dele, que é o filho do homem para que vos ocupeis dele?
4. O homem é semelhante ao sopro da brisa, seus dias são como a sombra que passa.
5. Inclinai, Senhor, os vossos céus e descei, tocai as montanhas para que se abrasem,
6. fulminai o raio e dispersai-os, lançai vossas setas e afugentai-os.
7. Estendei do alto a vossa mão, tirai-me do caudal, das mãos do estrangeiro,
8. cuja boca só diz mentiras e cuja mão só faz juramentos falsos.
9. Ó Deus, cantar-vos-ei um cântico novo, louvar-vos-ei com a harpa de dez cordas.
10. Vós que aos reis dais a vitória, que livrastes Davi, vosso servo;
11. salvai-me da espada da malícia, e livrai-me das mãos de estrangeiros, cuja boca só diz mentiras e cuja mão só faz juramentos falsos.
12. Sejam nossos filhos como as plantas novas, que crescem na sua juventude; sejam nossas filhas como as colunas angulares esculpidas, como os pilares do templo.
13. Encham-se os nossos celeiros de frutos variados e abundantes, multipliquem-se aos milhares nossos rebanhos, por miríades cresçam eles em nossos campos; sejam fecundas as nossas novilhas.
14. Não haja brechas em nossos muros, nem ruptura, nem lamentações em nossas praças.
15. Feliz o povo agraciado com tais bens, feliz o povo cujo Deus é o Senhor.

Salmo 144
1. Louvor. De Davi. Ó meu Deus, meu rei, eu vos glorificarei, e bendirei o vosso nome pelos séculos dos séculos.
2. Dia a dia vos bendirei, e louvarei o vosso nome eternamente.
3. Grande é o Senhor e sumamente louvável, insondável é a sua grandeza.
4. Cada geração apregoa à outra as vossas obras, e proclama o vosso poder.
5. Elas falam do brilho esplendoroso de vossa majestade, e publicam as vossas maravilhas.
6. Anunciam o formidável poder de vossas obras e narram a vossa grandeza.
7. Proclamam o louvor de vossa bondade imensa, e aclamam a vossa justiça.
8. O Senhor é clemente e compassivo, longânime e cheio de bondade.
9. O Senhor é bom para com todos, e sua misericórdia se estende a todas as suas obras.
10. Glorifiquem-vos, Senhor, todas as vossas obras, e vos bendigam os vossos fiéis.
11. Que eles apregoem a glória de vosso reino, e anunciem o vosso poder,
12. para darem a conhecer aos homens a vossa força, e a glória de vosso reino maravilhoso.
13. Vosso reino é um reino eterno, e vosso império subsiste em todas as gerações. O Senhor é fiel em suas palavras, e santo em tudo o que faz.
14. O Senhor sustém os que vacilam, e soergue os abatidos.
15. Todos os olhos esperançosos se dirigem para vós, e a seu tempo vós os alimentais.
16. Basta abrirdes as mãos, para saciardes com benevolência todos os viventes.
17. O Senhor é justo em seus caminhos, e santo em tudo o que faz.
18. O Senhor se aproxima dos que o invocam, daqueles que o invocam com sinceridade.
19. Ele satisfará o desejo dos que o temem, ouvirá seus clamores e os salvará.
20. O Senhor vela por aqueles que o amam, mas exterminará todos os maus.
21. Que minha boca proclame o louvor do Senhor, e que todo ser vivo bendiga eternamente o seu santo nome.
Bíblia Católica – Ave Maria

Salmos de Davi 1º Parte
https://o-diariodedeus.blogspot.com/2019/03/salmos-de-davi1-parte.html
Salmos de Davi 2º Parte
https://o-diariodedeus.blogspot.com/2019/03/samos-de-davi2-parte.html
Salmos de Davi 3º Parte
https://o-diariodedeus.blogspot.com/2019/03/salmos-de-davi-3-parte.html
Salmos de Davi 4º Parte
https://o-diariodedeus.blogspot.com/2019/03/salmos-de-davi-4-parte.html
Salmos de Davi - 5º Parte
https://o-diariodedeus.blogspot.com/2019/03/salmos-de-davi-5-parte.html
Salmos de Davi - 6º Parte
https://o-diariodedeus.blogspot.com/2019/03/salmos-de-davi-6-parte.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Significados dos nomes dos “12 FILHOS DE JACÓ”

Qual a distância do caminho de sábado, na Bíblia?

Lia - A Primeira Esposa de Jacó

Na SEMANA passada

Os Significados dos nomes dos “12 FILHOS DE JACÓ”

Qual a distância do caminho de sábado, na Bíblia?

Lia - A Primeira Esposa de Jacó

SETH - 3º Filho de Adão

Quem foi Teófilo citado em Lucas?

12 - Uma mulher virtuosa é a coroa de seu marido,

Gênesis 12, - Vocação de Abraão